para ver para ler para aprender para jogar para fazer para conhecer

para home em português para home em francês para home em alemão para home em inglês

para ver e encomendar livros para crianças

para ler contos em português

para ler poemas de crianças em francês

para ler cantigas de roda

para ler cantigas de embalar

para a página do juramento de um cão

 
  título da página dos contos e lendas  
     
  lê o conto A CORRIDA DAS RÃS
(Autor desconhecido © Recriado e traduzido por Dulce Rodrigues. Reservados todos os direitos)

Um belo dia, um grupo de rãs decidiu fazer uma corrida, cuja meta era o cimo de uma grande torre.

Uma grande multidão de rãs veio para as ver e apoiar, mas mal tinha começado a corrida já todos diziam que as rãs não conseguiriam chegar lá: "É inútil continuarem ! Nunca vão conseguir chegar ao alto da torre!"

Pouco a pouco, as rãs começaram a desencorajar-se e foram desistindo, mas uma delas continuava a correr com entusiasmo. "Não vale a pena continuarem ! Nunca lá vão chegar !" dizia e repetia a multidão de rãs.

E à força de ouvirem estas palavras desencorajadoras, as rãs acabaram por se deixar convencer e, uma à uma foram abandonando a corrida, excepto aquela rã que, apesar de tudo o que diziam, continuava a subir; sozinha e com grande esforço chegou finalmente ao cimo da torre.

Estupefactas, as outras rãs quiseram saber como ela tinha feito. Aproximaram-se dela e perguntaram-lhe qual o segredo de ter terminado a corrida.

E foi então que descobriram que aquela rã...

era surda !

Não dês ouvidos a quem tem o mau hábito de ser negativo, sê surdo a palavras desencorajadoras.
Segue sempre em frente até ao fim dos teus sonhos.
Conserva-te positivo e receptivo às oportunidades que a vida te oferece.

O teu amiguinho de quatro patas.

assinatura do Barry

 
  voltar à página anterior  
 
   
       
    Todos os Textos e Imagens © Dulce Rodrigues, 2009. Todos os direitos reservados